Image Slider Theme - Jssor Slider, Carousel, Slideshow with Javascript Source Code
Volição
Moto Perpetuo
Passagem
O Fio da Meada
Natuperambulante
Ingra in wonderland
Casa própria
Abraxas
Camara de Cultivo
Memorias da Infância
O sonho no sono da razão
A hora da sua vez
A espera
O passeio de Sybilla
Sobre-vivente
Arquehumanologia
A árvore do Magritte
Foz
Alfandega
Independência
Visto de entrada
Encefalopodepatia
Passagem para Oz
Relicário
Toque de recolher
Ponto de controle
jQuery Slider


CULTURA
NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS - com Françoise Forton e Aloisio de Abreu
Por Zildda Brandaoh - 05/02/2014 às 10:52



Françoise Forton e Aloisio de Abreu

em

NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS

De Artur Xexéo
Direção Jacqueline Laurence

Estreia dia 14 de fevereiro no Teatro Raul Cortez


Françoise Forton e Aloisio de Abreu em NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS
Espetáculo que marca a estreia de Artur Xexéo como autor em São Paulo se apresenta em Curta Temporada Popular no Teatro Raul Cortez.

Há 17 meses em cartaz no Rio de Janeiro, comédia musical já foi vista por mais de 50 mil pessoas.

Um musical de bolso sobre encontros e desencontros de um casal. Uma comédia romântica, costurada por clássicos da música francesa. Nós sempre teremos Paris é um pocket de 50 minutos com 3 músicos ao vivo tocando percussão, violão, baixo, piano e acordeon. Depois de 1 ano consecutivo de apresentações nos palcos cariocas seguido de turnê por 6 cidades e uma nova temporada no Rio, o espetáculo realiza sua primeira temporada em São Paulo. A partir do dia 14 de fevereiro no Teatro Raul Cortez, a peça produzida pela Barata Comunicação com o texto de Artur Xexéo, também responsável pela escolha do repertório e pelas versões, tem a direção de Jacqueline Laurence, e no elenco Françoise Forton e Aloisio de Abreu. “Na minha cabeça, a peça está muito ligada a São Paulo. Quando elaborei o repertório, fui atrás das canções francesas que ouvia na adolescência, e a minha adolescência foi passada em São Paulo. Nas festinhas, a gente dançava ao som de Alain Barriere e Gilbert Bécaud e Sylvie Vartan. O repertório mais antigo eu conheci nos shows com veteranos da canção francesa que aconteciam no teatro Record e, depois, eram exibidos pela TV Record. Maurice Chevalier, Charles Aznavour, Josephine Baker, conheci todos em São Paulo”, revela o autor.

Com apenas um figurino para cada ator, cenário modesto composto por 2 mesas e 4 cadeiras e uma luz singela ambientando a cena que se passa num café parisiense, Nós sempre teremos Paris aposta na simplicidade e na despretensão.

O espetáculo que começou de forma independente, isto é, sem patrocínio, iniciou sua trajetória em setembro de 2012 no horário alternativo (terças e quartas) e com previsão de ficar somente seis semanas em cartaz. Devido ao sucesso de público e crítica, após algumas semanas a peça passou a ser apresentada também as quintas e logo foi para o horário nobre no Teatro Leblon. Desde então foram 12 meses consecutivos de temporada carioca, parte dela realizando entre 5 e 6 apresentações por semana. Em seguida a peça realizou turnê por diversas cidades como Curitiba, Brasília, Vitória, entre outras, e se despediu do Rio com uma curta temporada.

Através do patrocínio do Banco Itaú, o espetáculo que combina romance e humor, estará pela primeira vez na capital paulista e marca também a estreia de Artur Xexéo como autor na cidade.

Françoise Forton, que completa 45 anos de carreira e deu vida à Gigi na novela da TV Globo “Amor à Vida”, fala sobre sua expectativa para a temporada paulista: “Morei em São Paulo, fui da primeira formação do grupo “Os Fodidos Privilegiados” do Abujamra, então adoro a cidade. São Paulo é uma praça importante, tem uma riqueza cultural enorme. É muito bom realizar esse sucesso, que é o Paris, no Teatro Raul Cortez, depois de um outro trabalho de sucesso como foi a novela. Estou muito feliz. Acredito muito nesta temporada, acho que vai ser do gosto do paulistano”. Aloisio de Abreu, autor do musical de sucesso “Cazuza – Pro dia nascer feliz”, comenta: "O repertório do espetáculo tem clássicos da música francesa e é incrível como a popularidade dessas canções atravessou gerações. É essa geração - e as mais novas - que vemos todas as noites no teatro, curtindo e se emocionando com as letras e melodias. O público paulista gosta de musicais e tenho certeza que vai embarcar no clima de romance do espetáculo. Espero ficar um bom tempo por aqui. Sou um artista de temporadas longas e fiel a elas. Estou torcendo para que a peça em São Paulo seja uma linda e duradoura história de amor".

Com o nome retirado de uma das mais célebres frases do cinema mundial – a cena final de Casablanca – e ambientada num café no Boulevard Montparnasse, Nós Sempre Teremos Paris é embalada pelo repertório francês mais amoroso do século XX. Na cena, os atores cantam canções francesas como “C’est si bom”, “La vie en rose” e até uma versão de “Garota de Ipanema”. Com uma instrumentação mais intimista aliada às músicas que climatizam a cena, o espetáculo conta a história dos encontros e desencontros de um casal.

No espetáculo as personagens brasileiras, que não falam francês, tiveram um encontro casual durante uma viagem de turismo a Paris, passaram uma tarde juntos e perceberam que tinham vários interesses em comum. Vinte anos depois, sem contato algum, voltam ao mesmo café de Paris onde se conheceram na expectativa de um reencontro e de, enfim, retomar o que poderia ser uma história de amor.

No período em que estiveram afastados um do outro, mantiveram uma ligação com aquela tarde através de clássicos que formam a trilha sonora de suas vidas em Nós Sempre Teremos Paris

“Uma peça deliciosa. Simples e charmoso, texto de Artur Xexéo sobre encontros e desencontros de um casal, dirigido por Jacqueline Laurence, deixa um gostinho de ‘quero mais’” - Bárbara Heliodora

NÓS SEMPRE TEREMOS PARIS
Teatro Raul Cortez (520 lugares)
Rua Dr. Plínio Barreto 285 - Bela Vista
Bilheteria: 3254.1631
Estacionamento do teatro - R$ 19,00
Vendas: 4003.1212 - http://www.ingressorapido.com.br

Sexta 21h30 | Sábado 21h | Domingo 18h

Ingressos Populares: R$ 40
Duração: 50 minutos
Recomendação: 10 anos
Gênero: comédia musical
Estreia dia 14 de fevereiro de 2014
Curta temporada:
até 30 de março

FICHA TÉCNICA
Texto: Artur Xexéo
Direção: Jacqueline Laurence
Elenco: Françoise Forton e Aloisio de Abreu
Stand-in: Miriam Virna

Músicos:

Roberto de Brito - Violão
João Guilherme - Percussão
Itamar Assiere - Piano / Acordeon
Direção musical: Marcelo Nogueira
Preparação vocal: Danilo Timm
Figurinos: Valéria Stefani
Cenografia: Massimo Esposito
Iluminação: Adriana Ortiz
Equipe Barata Comunicação:
Coordenação de produção - Elaine Moreira
Produção Executiva – Bruno Luzes

 





Envie por email para um amigo

Leia mais sobre Cultura


COMENTÁRIOS

Não há comentário postado até o momento

COMENTE

Seu nome:
Seu email:
Deixar seu email visível: 
Cidade/Estado:

Escreva seu comentário


Digite o código abaixo:
34914



Canadá Inesquecível

HOME
QUEM SOMOS
FALE CONOSCO
TV ZILDA BRANDÃO
COLUNA ZILDA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ANTONIO SALANI

Mira & Destino é um site de informações turísticas, gastronômicas, negócios e novidades no mercado voltado para o público de alto luxo. Nossa intenção é trazer sempre o que de melhor acontece no mundo
BUSCA DE NOTÍCIA
RECEBA NOTÍCIAS

Desenvolvimento: Anderson Luiz